Rodolfo Bicalho conta um pouco da sua trajetória em solo Europeu

Rodolfo Bicalho é mais um piloto Brasileiro em busca da carreira internacional

O piloto paulista de apenas 14 anos de idade deu uma “sumida” do cenário nacional no primeiro semestre, porém ele passou esse período fazendo pré temporada para disputar algumas corridas em solo Europeu, como Italiano de MX e Europeu de MX, ambos correndo na categoria 125cc.

No início do ano quando cheguei a Europa, senti um pouco de dificuldade em relação a adaptação, já que é “outro mundo”, outras pistas, todo tipo de terreno, em alguns casos chão muito duro e outros casos pistas bem arenosas, coisas que não são tão comuns no Brasil, mas mesmo consegui me acertar para dar continuidade ao trabalho”

Rodolfo Bicalho em disputa do Italiano ainda no primeiro semestre. Foto: Arquivo Pessoal

Ao todo o piloto disputou três etapas do Italiano de MX e cinco etapas do Europeu de MX, onde as provas acontecem juntamente com a etapa do MXGP, o que acaba dificultando ainda mais e deixando a pista ainda mais técnica.

No geral foi um primeiro semestre bem produtivo para mim, meu foco era o Italiano, no Europeu meu objetivo principal era adquirir experiência, já que é um campeonato muito forte, com pilotos de fábrica e em pistas com diversos tipos de terreno, que exigem muito, tanto do físico, quanto da técnica.”

Ao fim do primeiro semestre o piloto esteve de volta ao Brasil para tratar uma lesão no punho, e aproveitou para disputar a 5ª etapa do BRMX, em Extrema MG.
Disputando a categoria MX2Júnior, o piloto conquistou a quarta colocação, sendo a primeira corrida depois de algumas semanas afastado por uma lesão no punho,e com uma moto totalmente diferente, já que na Europa andava de 125cc.

Rodolfo mesmo voltando da lesão e sem adaptação com a moto garantiu a quarta colocação na MX2JR. Foto: Victor Silva

Sempre bom correr em casa, mesmo sem muito ritmo e voltando de uma lesão, foi legal, me diverti bastante e consegui um bom resultado mesmo com pouco tempo para se adaptar a 250cc, já que na Europa passei a primeira metade do ano correndo de 125cc.

Agora o piloto está de volta a Europa, onde disputará as rodadas finais do Italiano de MX, nas próximas semanas, onde se reuném os melhores pilotos do norte e sul do país na categoria.

Meu objetivo nessa segunda metade do ano é buscar bons resultados nas finais do Italiano, e seguir ganhando ainda mais experiência, a partir de agora sigo de forma privada, e conto com o apoio do Roman Jelen, que por um tempo foi meu treinador no Brasil, o que me da ainda mais confiança para seguir na luta e brigar de igual pra igual dentro da pista, conto com a torcida de todos e vamos pra cima

Vídeo do piloto já treinando essa semana em Bellinzago Novarese, na Itália.

Texto: Victor Silva