Ricky Brabec retoma a liderança do Dakar 2019 com a moto Honda CRF450 RALLY

Duas motocicletas Honda CRF450 Rally conquistaram o pódio virtual da sétima etapa do Dakar 2019, nesta segunda-feira (14): as pilotadas por Nacho Cornejo e Ricky Brabec. O chileno por pouco não venceu sua primeira etapa de Dakar na carreira. Já o norte-americano retomou a liderança da competição. Kevin Benavides, segundo na etapa anterior, alcançou um posicionamento que lhe permitirá uma boa colocação para atacar na oitava etapa.

A dura jornada desta segunda-feira teve como cenário o entorno de San Juan de Marcona, um “campo de batalha” muito maltratado por ter sido percorrido em etapas anteriores do Dakar 2019. Sulcos formados pela passagem dos caminhões, carros e UTVs deixaram o terreno ainda mais difícil nos 323 km de trecho cronometrado.

Nacho Cornejo foi o melhor do Monster Energy Honda Team nesta sétima etapa e chegou perto da vitória no dia. O chileno manteve um ritmo forte na primeira parte do trecho cronometrado e conseguiu encontrar com facilidade um waypoint crítico, enquanto boa parte dos adversários não teve esta competência. Isso fez com que Nacho concluísse a etapa com um excelente tempo, o segundo mais rápido, resultado que o manteve na 12ª posição da classificação geral, com cerca de uma hora de atraso em relação ao líder.

Ricky Brabec, terceiro colocado na etapa, ficou muito satisfeito com o resultado que o recolocou na liderança do Dakar 2019. Segundo o norte-americano, o tipo de terreno encontrado o ajudou a ser rápido e assim concluir o dia assumindo novamente a ponta, com 7’47” de vantagem sobre o francês Van Beveren.

Kevin Benavides iniciou a sétima etapa atrás do então líder da competição, o chileno Quintanilla. Após alcançá-lo, encontrou dificuldade para localizar um waypoint e concluiu a jornada em 12º lugar, o que o posicionou na sexta colocação da classificação geral. O piloto argentino comentou as condições ruins do terreno, muito marcado pela contínua passagem dos competidores em etapas anteriores. O mesmo poderá acontecer nesta terça-feira, quando dez carros e cinco caminhões largarão à frente das motos para o mais longo trecho cronometrado desta edição do Dakar – 361 km –, a etapa “Super-Ica, que de San Juan de Marcona levará a caravana até Pisco, em um total de 576 km percorridos.

Ricky Brabec (3º lugar na sexta etapa / 1º lugar na classificação geral das motos)
“Estou feliz. Precisava mesmo de um resultado positivo, já que não fui muito bem no dia anterior. O terreno da sétima etapa parecia muito com o da região onde vivo, portanto me senti muito à vontade e me diverti bastante. Rodamos em grupo andando forte. Na oitava etapa, sair em terceiro é positivo, bem melhor que abrir o roteiro, mas sei que será duro manter minha vantagem.”

Kevin Benavides (12º lugar na sexta etapa/6º lugar na classificação geral das motos)
“Para mim esta foi a etapa mais difícil do Dakar em termos de navegação. Saí na segunda posição e alcancei Quintanilla e nós dois abrimos a maior parte da etapa. No final, nas dunas, muitos pilotos nos alcançaram e demoramos demais para encontrar um waypoint, perdendo vários minutos. Havia muito fesh-fesh, poeira e vento forte, situação perigosa. Cheguei em 12º e tal colocação é boa para a próxima etapa na qual carros e caminhões sairão antes das motos. Se houver muito fesh-fesh vai ser complicado ultrapassar.”

José Ignacio Cornejo (2º lugar na sexta etapa/12º lugar na classificação geral das motos)
“Um dia positivo, mas a etapa foi muito difícil. No princípio o terreno estava muito marcado pela passagem dos veículos em etapas anteriores, o que exigiu ter cuidado em alguns trechos. No geral foi uma etapa veloz. Na segunda parte havia mais areia, dunas, e ali entendi que podia forçar mais já que os pilotos à minha frente perderam tempo buscando por um waypoint no meio das dunas. Mantive um bom ritmo, errei pouco e estou contente com meu resultado. Quase venci, mas, pensando bem, foi bom ter sido o segundo, pois assim não terei que abrir a pista na oitava etapa.”

Raul Castells – MONSTER ENERGY HONDA TEAM MANAGER
“Foi uma boa etapa para toda a equipe. Nacho foi muito bem enquanto Ricky e Kevin fizeram exatamente o que tinham de fazer. Tenho apenas que felicitá-los pelo bom trabalho. A próxima etapa será muito imprevisível, com alguns carros e caminhões largando antes motos. A intenção é fazer uma boa etapa, continuando concentrados e lutando pela vitória neste Dakar 2019.”

DAKAR 2019
14 de janeiro de 2019 – segunda-feira
7º ETAPA – Resultado

1 – #14 – SAM SUNDERLAND – RED BULL KTM FACTORY TEAM – 03H 51′ 41”
2 – #10 – JOSE IGNACIO CORNEJO – MONSTER ENERGY HONDA TEAM – 03H 53′ 32” / + 00H 01′ 51”
3 – #15 – RICKY BRABEC – MONSTER ENERGY HONDA TEAM – 03H 58′ 11” / + 00H 06′ 30”
4 – #4 – ADRIEN VAN BEVEREN – YAMAHA OFFICIAL RALLY TEAM – 04H 01′ 21” / + 00H 09′ 40”
5 – #77 – LUCIANO BENAVIDES – RED BULL KTM FACTORY TEAM – 04H 03′ 00” / + 00H 11′ 19”
6 – #29 – ANDREW SHORT – ROCKSTAR ENERGY HUSQVARNA RACING – 04H 03′ 10”/+ 00H 11′ 29”
7 – #18 – XAVIER DE SOULTRAIT – YAMAHA OFFICIAL RALLY TEAM – 04H 04′ 53” / + 00H 13′ 12”
8 – #3 – TOBY PRICE – RED BULL KTM FACTORY TEAM – 04H 06′ 00” / + 00H 14′ 19”
9 – #11 – STEFAN SVITKO – SLOVNAFT TEAM – 04H 08′ 02” / + 00H 16′ 21”
10 – #1 – MATTHIAS WALKNER – RED BULL KTM FACTORY TEAM – 04H 08′ 19” / + 00H 16′ 38
12 – #47 – KEVIN BENAVIDES – MONSTER ENERGY HONDA TEAM – 04H 11′ 03” / + 00H 19′ 22”

DAKAR 2019
14 de janeiro de 2019 – segunda-feira
CLASSIFICAÇÃO GERAL APÓS A 7ª ETAPA

1 – #15 – RICKY BRABEC – MONSTER ENERGY HONDA TEAM – 24H 48′ 02′
2 – #4 – ADRIEN VAN BEVEREN – YAMAHA OFFICIAL RALLY TEAM – 24H 55′ 49” / + 00H 07′ 47”
3 – #3 – TOBY PRICE – RED BULL KTM FACTORY TEAM – 24H 56′ 30” / + 00H 08′ 28”
4 – #14 – SAM SUNDERLAND – RED BULL KTM FACTORY TEAM – 24H 58′ 00” / + 00H 09′ 58”
5 – #6 – PABLO QUINTANILLA – ROCKSTAR ENERGY HUSQVARNA RACING – 24H 58′ 01”/+ 00H 09’ 59
6 – #47 – KEVIN BENAVIDES – MONSTER ENERGY HONDA TEAM – 25H 04′ 17” / + 00H 16′ 15”
7 – #1 – MATTHIAS WALKNER – RED BULL KTM FACTORY TEAM – 25H 04′ 18” / + 00H 16′ 16”
8 – #11 – STEFAN SVITKO – SLOVNAFT TEAM – 25H 25′ 11” / + 00H 37′ 09”
9 – #29 – ANDREW SHORT – ROCKSTAR ENERGY HUSQVARNA RACING – 25H 27′ 19” / + 00H 39′ 17”
10 – #18 – XAVIER DE SOULTRAIT – YAMAHA OFFICIAL RALLY TEAM – 25H 28′ 10” / + 00H 40′ 08”
12 – #10 – JOSE IGNACIO CORNEJO – MONSTER ENERGY HONDA TEAM – 25H 49′ 39” / + 01H 01′ 37”. 

 

Continue arrastando para cima ☝☝☝ para conferir todos os patrocinadores do site Show Radical 👇⚡!

– Clicando no anuncio das empresas você é direcionado ao site da marca!