Resultados Taça Brasil de Mountain Bike XCO

Guilherme Muller também destacou-se, com o vice-campeonato em Campo Largo (PR). Dos 10 primeiros na elite, 9 são do Shimano Sports Team. Na sub-23, dobradinha da marca com Edson Rezende e Mario Couto nos lugares mais altos do pódio

São Paulo (SP) – Os atletas do Shimano Sports Team fizeram bonito na abertura da Taça Brasil de XCO, em Campo Largo (PR). Entre os dez ciclistas no pódio da super elite masculina, nove eram representantes da marca, com destaques para o vencedor Henrique Avancini (Cannondale Factory Racing) e Guilherme Mulller (Sense Factory Racing), vice-campeão. Rubinho Valeriano (Sense Factory Racing) e Sherman Trezza (Cannondale Brasil Racing) ficaram em quarto e quinto lugares, respectivamente. A terceira colocação foi de Luiz Cocuzzi.

“Conquistei minha primeira vitória do ano, na Taça Brasil de XCO, prova classificada como C2 na UCI (União Ciclística Internacional), o que me garantiu mais 30 pontos no ranking mundial”, enalteceu Henrique Avancini, número 5 do mundo. “Ainda tenho que melhorar algumas coisas, mas estou em um bom caminho em física, técnica e mentalmente”, completou o atleta, natural de Petrópolis, na região Serrana do Rio de Janeiro.

Da sexta até a décima posição, todos os postos foram completados por atletas Shimano. Lukas Kaufmann (Cannondale Racing Brasil) foi o sexto, enquanto Edson Rezende (Caloi Avancini Team) terminou em sétimo, além de vencer a sub-23, seguido de Mario Couto (Sense Factory Racing), oitavo colocado e vice-campeão sub-23. Kennedi Lago (Team Oggi/Isapa), em nono, e Ricardo Pscheidt (Trek/Shimano), em décimo, completaram o top 10. Enquanto Wolfgang Olsen (Caloi Avancini Team) foi o 13º na elite, seu companheiro de equipe Pedro Lage ficou em sétimo na sub-23.

“Eu me senti muito bem durante a prova e saí de Campo Largo bastante feliz com a segunda colocação. Sofri um tombo no sábado (24) e meu pulso ficou bem dolorido, o que me deixou preocupado para a corrida. Mesmo assim, larguei consciente para sentir como estaria a dor e tive ótimo rendimento. O circuito paranaense me agrada, um local em que geralmente desempenho bem, tendo inclusive sido o campeão lá em 2017”, contou Guilherme, ciclista que tem sua bike equipada com o grupo Shimano XTR Di2 de transmissão de marchas eletrônica.

Quem também comemorou o resultado foi Edson Rezende, após vencer a sub-23. “Muito feliz em poder abrir o calendário de provas nesta temporada com uma vitória. Fico mais contente ainda pela minha forma física apresentada durante a prova. Aproveito ainda para agradecer meus patrocinadores, como a Shimano, além de minha equipe, Caloi Avancini Team, por toda a estrutura que tivemos no Paraná. Agradeço também aos familiares e aos amigos que estiveram na torcida”, destacou Edson.

As mulheres do Shimano Sports Team foram destaque na Taça Brasil de XCO, realizada em Campo Largo, no Paraná. Todas as cinco representantes da marca na prova subiram no pódio de suas categorias, com bons resultados. Os destaques na super elite feminina foram a vice-campeã Viviane Favery (Cannondale Brasil Racing) e Karen Olimpio (Team Oggi/Isapa), terceira colocada e campeã na sub-23, enquanto Danielle Moraes (Caloi Avancini Team) foi a sétima no geral. O título ficou com Letícia Cândido, que somou 30 pontos no ranking mundial.

“Fiquei satisfeita com meu desempenho na prova, porque foi uma evolução comparando com a última disputa, o Abierto Across Internacional, na Argentina, em que fui a oitava colocada. Consegui usar o que eu tinha de melhor em tecnologia do meu grupo Shimano e acertar detalhes importantes”, contou Viviane Favery. “Ainda estamos no início da temporada, buscando atingir o pico de forma física na metade do ano, para o Campeonato Brasileiro, em julho. Ou seja, um trabalho diário de ajustes, evoluindo a cada corrida”, completou a ciclista.


Já em outras duas categorias de base do esporte, júnior e juvenil, as atletas Shimano subiram no lugar mais alto do pódio. Marcela Lima (Groove/Shimano) faturou o título da júnior, enquanto Giuliana Morgen (Sense Factory Racing) conquistou a vitória na juvenil. “Um resultado que me dá uma motivação a mais para seguir minha preparação para o restante da temporada. É perceptível minha evolução, mas a cada passo a frente vejo o quão mais tenho que melhorar”, destacou Marcela Lima.

A caçula do Shimano Sports Team, Giuliana Morgen, também comemorou seu feito. “Fiquei muito feliz com o meu desempenho na Taça Brasil de XCO, em Campo Largo. Larguei na bateria junto com as categorias infanto-juvenil e júnior feminino, além da minha, a juvenil. Pude ser a campeã geral entre as três categorias, liderando desde o começo até o fim, e assim fiz uma prova constante e sem erros”, enalteceu Giuliana.

Circuito Acquaday – A triatleta Clara Carvalho garantiu neste domingo (25) o título da abertura do Circuito Acquaday de aquathlon, em Esmeraldas, na região metropolitana de Belo Horizonte. A atleta Shimano competiu na categoria sprint, com 1 km de natação e 5 de corrida. “Tive a oportunidade de aquecer os motores para temporada 2018 no Acquaday. A prova teve um ambiente que foi o destaque, com um clima bem bacana, ótimo percurso e uma excelente organização”, parabenizou Clara Carvalho.

Novidade neste ano – A Shimano dará destaque especial a suas atletas, com releases, postagens em mídias sociais, eventos, entre outras ações de comunicação específica para o público feminino. O objetivo é difundir ainda mais o ciclismo feminino e dar atenção às ciclistas que crescem em quantidade e nível de profissionalismo a cada temporada.

Veja mais dos atletas SHIMANO BRASIL:


Sul Brasileiro de Downhill
 – Ibirama (SC) recebeu neste fim de semana o Campeonato Sul Brasileiro de Downhill (DH), válido ainda como abertura do circuito estadual de DH. Lucas Borba, que também fez parte da organização, confirmou seu favoritismo e levou o título da competição. “O público foi a loucura aqui em Ibirama. Estimamos que havia mais de 1.000 pessoas acompanhando as descidas finais. Eu nunca tinha visto o morro da corrida tão cheio. É difícil organizar e correr, porque a gente quer que tudo ocorra perfeitamente. Assim, posso dizer que o evento foi sensacional, todo mundo elogiou e fiquei feliz, não só pelo meu resultado, mas pela prova em si. A Shimano esteve presente com bonés e as fitas de demarcação, então foi bem legal”, contou Luquinha.

Triathlon Internacional de Santos – O triatleta Reinaldo Colucci (Sesi/Shimano) foi vice-campeão da 27ª edição do Triathlon Internacional de Santos, realizado na Praia do Boqueirão, após nadar 1,5 km, pedalar 40 km e correr outros 10 km. “Saí da água no grupo principal, com uma distância não tão grande do campeão, o Marcus Fernandes. Nos primeiros 20 km da bike, forcei e tentei alcançá-lo. Porém, na segunda metade ele apertou o ritmo. Na etapa de corrida, ele estava com uma boa vantagem, tentei forçar, mas a vantagem do líder era muito boa e a vitória ficou difícil”, avaliou Colucci.

Shimano Sports Team – O novo grupo de atletas do Shimano Sports Team, por meio de suas equipes e seus ciclistas apoiados pela marca líder mundial de componentes para bicicleta, entra definitivamente no calendário de importantes competições de MTB, no começo desse ciclo olímpico de Tóquio 2020, que terá início em maio de 2018 e se estenderá por exatos dois anos.

Sobre a Shimano – Empresa lí­der de mercado em componentes e acessórios para bicicleta e pesca, a Shimano foi criada em 1921 e possui sede em Sakai, no Japão. O escritório da Shimano Latin America foi fundado em 2007, em São Paulo.

A Shimano desenvolveu as exclusivas tecnologias STI (Shimano Total Integration – alavanca de marchas e freio integrados), SPD (Shimano Pedaling Dynamics – para sapatilhas e pedais) e SIS (Shimano IndexSystem), entre outras, reconhecidas e referência no mundo todo. Possui entre suas marcas nomes que são sinônimos de qualidade e performance no universo ciclístico: XTR, Dura Ace, Ultegra, DI2.

Mais informações no site: bike.shimano.com.br
Twitter:@shimanobrasil
Fanpages no Facebook: https://www.facebook.com/ShimanomtbBrasil/
https://www.facebook.com/ShimanoroadBrasil/