Resultados domingo 5ª etapa Brasileiro de Motocross

Pepê Bueno vence na MX2 na 5ª Etapa do Brasileiro de Motocross

Muita emoção logo na largada da primeira bateria da categoria MX2, durante a 5ª Etapa do Brasileiro de Motocross em Tupaciguara (MG), neste domingo (5). O líder do campeonato, Gustavo Pessoa (891) fez o holeshot, mas estava tudo muito embolado, e logo Pepê Bueno (8), que fez o melhor tempo nos treinos cronometrados assumiu a ponta da prova. A terceira posição veio João Pedro Ribeiro (282) e em quarto Thales Nathan (183).
Não demorou para João Pedro pressionar Gustavo Pessoa, e logo assumir a segunda posição. Depois João Pedro já foi para cima de Pepê Bueno e conquistou a primeira colocação da disputa.
Durante a prova, muitas quedas, já que o traçado ainda estava bem pesado por conta da chuva constante que caiu neste domingo em Tupaciguara. Gustavo Pessoa foi um dos que foi pro chão e demorou para sair. Com isso, acabou sendo ultrapassado por Fábio dos Santos, que não tinha feito uma boa largada e acabou conquistando boas posições.
Pepê Bueno aproveitou um erro de João Pedro e assumiu a ponta novamente até cruzar o arco de chegada. Fábio dos Santos passou em segundo e Caio Lopes em terceiro.
Por conta da chuva que desgastou muito a pista, a direção de prova decidiu cancelar a segunda bateria desta etapa para garantuir a segurança dos pilotos. Sendo assim, Pepê Bueno subiu no lugar mais alto do pódio.
“Eu sabia que eu ia andar bem. Eu treino bastante no barro, então sabia que não podia cometer nenhum erro. Essa prova me ajudou muito no Campeonato. Vencer me deu a confiança necessária”, destacou o campeão da prova.
Pepê Bueno (Foto: Tiago Lopes/CBM)
Resultado da  MX2:
1 Pepê Bueno
2 Fábio dos Santos
3 Caio Lopes
4 João Pedro Ribeiro
5 Frederico Molina Spagnol
O piloto Gustavo Pessoa acabou a prova em quinto, mas foi penalizado com 10 posições após receber ajuda externa. A penalização é de acordo com o regulamento. Com isso, ele foi para décimo segundo, e quem assumiu a quinta posição foi Frederico Molina Spagnol.
Pódio MX2 Junior (Foto: Tiago Lopes/CBM)
Resultado da MX2 Junior:
1 Leonardo Nunes
2 Tallys Nathan
3 Matheus Klysman
4 Thiago Fuzatti
5 Leonardo de Almeida
“Graças a Deus deu tudo certo. Agora o Campeonato deu uma boa embolada, tem pouca diferença entre os primeiros pilotos. Ficou uma briga boa. E quando acordei hoje e escutei a chuva eu dei um sorriso. Em Curitiba (Paraná) sempre corro bem na lama, então essa chuva me favoreceu”, destacou o campeão da prova da MX2 Juinor, Léo Nunes.
Com o resultado desta etapa Gustavo Pessoa continua líder na MX2 com 208 pontos, seguido de Fábio dos Santos com 189. Na MX2 Junior Tallyz Nathan segue na ponta com 199 pontos e Léo Nunes em segundo com 188.
A classificação completa de todas as categorias pode ser conferida no site: http://www.cbm.esp.br/sistema/classificacao.php?campeonato=413&ano=&organizador=CBM&idModalidade=13

Jean Ramos vence prova da MX1 na 5ª etapa do Brasileiro de Motocross

Mesmo após muita chuva, o público compareceu para acompanhar de perto a 5ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, em Tupaciguara (MG), neste domingo, 5. Milhares de pessoas passaram pelo Parque de Exposição Rômulo Alvim Cunha, CAPITU, nos dois dias de evento para assistir às disputas.

A chuva diminuiu perto de meio-dia e a equipe técnica da CBM vinha trabalhando no traçado. A primeira prova do dia foi da MX2, que largou às 14h.

Foto: Tiago Lopes/CBM

Na MX1, a principal categoria, muitas quedas e mudanças de posições.Jetro Salazar e Marcelo Lima caíram na largada. Dudu Lima saiu na frente, mas Jean Ramos assumiu a liderança da prova. Dudu voltou na 4ª colocação após sofrer queda e ainda perdeu posições para o português Paulo Alberto e Hector Assunção, que abandonaram a corrida logo em seguida.

O espanhol Carlos Campano e Lucas Dunka fizeram boa briga pela segunda colocação. Lucas Dunka levou a melhor. No finalzinho da prova Carlos Campano também teve problemas com a moto, mas ainda ficou na quarta colocação.

O equatoriano Jetro Salazar teve problemas com a moto e quase teve que abandonar a disputa, mas conseguiu voltar para a prova e terminou na quinta colocação. Jean Ramos se manteve na frente durante toda a prova e ficou com a vitória.

“Tive azar em algumas provas, mas hoje contei com a sorte. Foi uma prova muito difícil, mas consegui largar na frente e ficar com a vitória. Espero poder colocar o Brasil no lugar mais alto do pódio em outras etapas”, conta Jean Ramos.

Foto: Tiago Lopes/ CBM

Vários pilotos foram penalizados por utilizarem ferramentas na preparação do gate, mas não houve mudanças nas cinco primeiras posições.

Com o resultado, o espanhol Carlos Campano ampliou a vantagem na liderança do Campeonato e soma 180 pontos, sete a mais que o equatoriano Jetro Salazar.

As categorias MX1 e MX2 tiveram apenas uma bateria cada com 25 minutos de duração. A 2ª bateria das classes foram canceladas. A prova da categoria Junior foi adiada para a etapa de Campo Grande e as provas da MX4 e MX5 para a etapa de Charqueada.

“Após a equipe-técnica da CBM fazer uma análise da pista, ficou decidido não realizar essas baterias para preservar os pilotos”, afirma o diretor de prova, Wesley Magalhães.

A classificação completa de todas as categorias pode ser conferida no site: http://www.cbm.esp.br/sistema/classificacao.php?campeonato=413&ano=&organizador=CBM&idModalidade=13

O Campeonato tem patrocínio oficial de Honda, Yamaha, Rinaldi e IMS. A temporada ainda tem o apoio da Mobil. A etapa conta coma a realização da Prefeitura de Tupaciguara (MG), organização da CBM e apoio de Secretaria Nacional de Esporte de Alto Rendimento, Ministério do Esporte e Governo Federal.

 

Resultado

1º – Jean Carlo Ramos

2º – Lucas Moraes Dunka

3º – Eduardo Ferreira Lima

4º – Carlos Campano Jimenez

5º – Jetro Salazar

Related posts

Loading Facebook Comments ...
Top