Renato Rezende e Priscila Stevaux são campeões da Taça Brasil

O piloto Renato Rezende (GT Bicycles/Nissan/Shimano) começou com tudo a temporada de 2018 do BMX nacional. Após garantir vitórias nas três baterias classificatórias e na semifinal da Taça Brasil de BMX, disputada no Parque do Jacuí, em São Paulo (SP), Rezende sagrou-se campeão do evento em uma decisão bastante emocionante. O ciclista do Shimano Sports Team saiu de quarto lugar no início da final, para ultrapassar o vice-campeão Igor Martins na última curva e garantir o título por uma distância de menos de meia bicicleta.

“Muito feliz por começar o ano com o pé direito. Foi muito emocionante esse título. Sei que tenho muito para evoluir na temporada e o legal é que o nível da competição esteve muito forte. A Taça Brasil de BMX foi uma corrida que ganhou ainda mais importância pela presença dos melhores pilotos do País. As pessoas presentes comentaram que fazia anos que uma disputa final não era tão equilibrada no BMX nacional”, comentou Renato Rezende, que tem sua bike equipada com componentes DXR da Shimano, de alta qualidade e específicos para o BMX.

“Agradeço a todos os patrocinadores por acreditarem em mim, entre eles a Shimano. Gostaria também de deixar um agradecimento especial para meus familiares, à minha esposa, Nathane Rezende, meu treinador, Daniel Jorge, e todos os meus parceiros de treinamento, que me ajudam a estar em condições de brigar pelas vitórias nas principais provas que disputo”, complementou o piloto de Poços de Caldas (MG).

Após a disputa da Taça Brasil de BMX, o foco de Renato Rezende, representante do Brasil nas Olimpíadas de Londres 2012 e Rio 2016, passa a ser as principais competições de BMX do circuito internacional. Rezende tem como objetivo voltar a figurar outra vez entre os melhores do ranking mundial, tendo como sua melhor colocação um 5º lugar em maio de 2015. A competição paulistana foi apenas a segunda de Rezende no BMX desde que sofreu uma fratura no pé direito na etapa da Bélgica da Copa do Mundo, em maio de 2017.

Top 8 do mundo no BMX, a sorocabana Priscilla Stevaux (Shimano/Dougtraining/Chase Bicycles) iniciou a temporada de 2018 com o pé direito. Representante do Brasil no Rio 2016, Priscilla confirmou o favoritismo e venceu a Taça Brasil de BMX. Na decisão, ela superou a atual campeã brasileira Julia Alves, que ficou com o vice-campeonato. Completaram ainda o top 5 as atletas Maria Tereza Muller, Letícia Martins e Fernanda Maciel.

“Me senti muito bem durante a Taça Brasil de BMX, em São Paulo. Tenho treinado bastante e, mesmo com uma garoa fina, meu desempenho durante as corridas não foi prejudicado. Na prova decisiva, foquei desde o início até cruzar a linha de chegada. Estou muito feliz com essa vitória, que me dá ainda mais ânimo para me preparar para os eventos internacionais que estão por vir”, comemorou Priscilla Stevaux, ciclista que tem sua bike equipada com componentes DXR da Shimano, de alta qualidade e específicos para o BMX.

Após o título da Taça Brasil de BMX, Priscilla Stevaux começa a treinar para os desafios dos próximos três meses. O primeiro deles será a Copa Latino-Americana na Bolívia, nos dias 10 e 11 de março. Depois será a Copa do Mundo de Supercross, com a abertura em 31 de março e 1º de abril, na França, e as etapas de maio na Holanda (5 e 6) e na Bélgica (12 e 13).