Rally Dakar 2017 – Ricardo Martins dita ritmo entre os brasileiros

San Miguel de Tucumán (Argentina) – O catarinense Ricardo Martins dita ritmo entre os brasileiros no início do Rally Dakar 2017. Após duas etapas, o piloto do Team Rinaldi ocupa o 46º lugar do ranking das motocicletas, de acordo com os resultados extra-oficiais. O desempenho, além da melhor posição nacional da categoria, representa um grande salto na tabela, já que o estreante abriu a disputa em 164º lugar. Nesta quarta-feira (4), a terceira etapa do maior rally do mundo segue de San Miguel de Tucumán a San Salvador de Jujuy, na Argentina, com 780 km de percurso.


A largada da 39ª edição do evento teve como palco a capital paraguaia Assunção na última segunda-feira (2), quando o percurso teve 454 quilômetros até Resistencia, na Argentina. Os competidores percorreram mais 803 km até San Miguel de Tucumán nesta terça-feira (3). “O primeiro dia foi tranquilo e curto, apesar de perigoso por conta das pedras e da poeira, já que larguei bem atrás. O rally começou de verdade na segunda etapa, consegui me livrar um pouco da poeira mas o dia foi muito longo e pesado”, disse Martins.

Na terceira etapa, as expectativas giram em torno da mudança brusca de cenário. As temperaturas vão aumentar no caminho até San Salvador de Jujuy, assim como as altitudes e variações de terrenos. O trecho cronometrado (especial) terá 364 km. “O meu objetivo é fazer uma pilotagem limpa e constante todos os dias”, concluiu o piloto, que utiliza os pneus Rinaldi HE 42, especialmente desenvolvidos para os praticantes de rally.

O Rally Dakar soma 8.818 km de desafios até a chegada em Bueno Aires, capital argentina, no dia 14 de janeiro. O evento, que ainda inclui categorias para quadriciclos, carros e caminhões, também passará por trilhas da Bolívia e altitudes de até 3.660 metros.

Rally Dakar 2017 – Resultados extra-oficiais
Etapa 2 – Motocicletas
1 – PRICE (AUS) – KTM – 02:37:32
2 – GONCALVES (PRT) – HONDA – 02:41:23
3 – DE SOULTRAIT (FRA) – YAMAHA – 02:41:38
41 – RICARDO MARTINS (BRA) – YAMAHA – 03:08:21 – TEAM RINALDI

Classificação após duas etapas – Motocicletas
1 – PRICE (AUS) – KTM – 03:07:17
2 – GONCALVES (PRT) – HONDA – 03:10:11
3 – SUNDERLAND (GBR) – KTM – 03:10:40
46 – MARTINS (BRA) – YAMAHA – 03:41:46 – TEAM RINALDI

Percurso*

4/1 – Etapa 3
San Miguel de Tucumán (ARG) / San Salvador de Jujuy (ARG)
Percurso total: 780 km (364 km de trechos cronometrados)

5/1 – Etapa 4
San Salvador de Jujuy (ARG) / Tupiza (BOL)
Percurso total de 521 km (416 km de trechos cronometrados)

6/1 – Etapa 5
Tupiza (BOL) / Oruro (BOL)
Percurso total de 692 km (447 km de trechos cronometrados)

7/1 – Etapa 6
Oruro (BOL) / La Paz (BOL)
Percurso total de 786 km (527 km de trechos cronometrados)

8/1
Dia de descanso em La Paz (BOL)

9/1 – Etapa 7 (Maratona)
La Paz (BOL) / Uyuni (BOL)
Percurso total de 622 km (322 km de trechos cronometrados)

10/1 – Etapa 8
Uyuni (BOL) / Salta (ARG)
Percurso total de 892 km (492 km de trechos cronometrados)

11/1 – Etapa 9
Salta (ARG) / Chilecito (ARG)
Percurso total de 977 km (406 km de trechos cronometrados)

12/1 – Etapa 10
Chilecito (ARG) / San Juan (ARG)
Percurso total de 751 km (449 km de trechos cronometrados)

13/1 – Etapa 11
San Juan (ARG) / Rio Cuarto (ARG)
Percurso total de 754 km (288 km de trechos cronometrados)

14/1 – Etapa 12
Rio Cuarto (ARG) / Buenos Aires (ARG)
Percurso total de 786 km (64 km de trechos cronometrados)

* O percurso é informado pela organização do evento e está sujeito a alterações.

Fonte: Mundo Press