Nambotin, Renet e Cervantes vencem a abertura do Mundial de Enduro

O campeonato Mundial de Enduro 2014 comecou em grande estilo neste final de semana na localidade de Solsona, com o GP da Catalunha. Um grande evento que contou com uma grande quantidade de publico para a vitória de um grande piloto, o francês Antoine Meo.

Depois de iniciar a temporada por dois anos na América do Sul (Argentina e Chile) o Mundial de Enduro voltou a ter a primeira etapa na Europa, continente onde a modalidade tem muito prestigio. Depois de uma semana chuvosa, nos dias que antecederam a prova, a final de semana foi excelente, o sol apareceu e brilhou forte no local escolhido para o evento que teve inicio na noite de sexta-feira com a realização de um Super Test para a definição na ordem de largada para a primeira etapa do ano.

Day 01  – No primeiro dia de competição a vitória na categoria E1 foi do estreante Cristhophe Nambotim a bordo da 250 4T da KTM. O piloto vibrou muito com o resultado e com a excelente estreia feita na categoria. “Foi uma vitória estupenda, sobretudo por que não estava ainda 100% sobre a minha moto e mesmo assim consegui bons tempos nas especiais. Acho que mesmo com a vitória, conseguo melhorar para as próxima etapas” explicou o francês. Cristobal Guerrero, tinha começado e parecia ser o nome do final de semana, no entanto acabou errando e perdeu a primeira posição e ficou em segundo lugar, a frente de Jeremy Tarroux com sua Sherco.

Na Enduro, a batalha foi vencida por Antoine Meo, piloto que também mudou de categoria para esta temporada mas não estava muito satisfeito com o resultado. “ A vitória foi boa mas não estou satisfeito com o resultado. Cometi muito erros durante a prova e preciso melhorar isso”, confessou Meo que completou “ Não tive muito tempo para prepara a moto na pre-temporada e decidi andar forte deste o primeiro momento da competição e isso me custou alguns erros”. Em sua companhia no pódio estiveram os compatriotas Johnny Aubert, com a Beta e Pela Renet coma Husqvarna. O piloto da Beta havia feito um inicio de prova forte pela manha, mas não suficiente para superar o compatriota. O quarto lugar ficou com o espanhol Lorenzo Santolino.

A Enduro 3 teve o domínio e a festa espanhola com a vitória do piloto da casa, Ivan Cervantes que retornou a KTM depois de passar algumas temporada na Gas Gas. Perante seu publico o catalão ele teve de acelerar forte já que o australiano Matthew Phillips esteve perseguindo a todo tempo.

Day 2 – No segundo e decisivo dia, a população de Solsona foi brindada com uma segunda apresentação dos pilotos do Mundial. Nambotin voltou a vencer e fazer uma dobradinha no final de semana. Segundo o piloto, faltou um pouco de velocidade para ele no segundo dia mas sabia que podia conseguir um bom resultado geral. O jovem francês Anthony Boissiere bem com o finlandês Eero Remes completram o pódio da categoria.

A Enduro 2 foi marcada neste dia por uma vitória pela diferença de apenas um segundo de Pela Renet sobre Antoine Meo, que errou a primeira curva da primeira especial e que custou a vitória mas não comprometeu a liderança da categoria já que somou nos dois dias 37 pontos, contra 35 de Renet. A grande surpresa do dia foi o piloto oriundo do motocross, Jonathan Barragan que terminou em quarto lugar e segundo o próprio piloto, por excesso de cuidado. “Como era a primeira prova, não quis arriscar muito, busquei ser conservador”, relatou o espanhol, que neste dia andou a frente até mesmo do atual campeão da categoria, Alex Salvini.

O publico catalão acabou sendo premiado com uma segunda vitória de Ivan Cervantes que vibrou muito com o resultado. Mesmo depois de sofrer uma queda e ter o capacete quebrado, o piloto não desistiu e seguiu forte para vencer em casa e começar a temporada com a nova equipe e com a vitória na classificação Geral . Nesta categoria, correu o brasileiro Romulo Brottel, que ao fazer sua estreia no Mundial conquistou o 19o lugar. É fato que competir no Brasil é bem diferente e o piloto que andou com uma moto de fabrica sentiu a pressão e a dificuldade de estar entre os melhores do mundo. O piloto continua na Europa e segue para Portugal, onde corre a segunda etapa da temporada no próximo final de semana no Vale de Coimbra.

Na categoria Junior, Danny MacCanney venceu novamente com a Beta e entre as mulheres da categoria Womens a piloto da casa Laia Sanz deu show após vencera a etapa da Catalunha sem o amortecedor traseiro, que quebrou ainda no inicio da prova, mostrando que a ela não falta força e resistencia.

A próxima etapa acontece no Vale de Coimbra, Portugal, no próximo fim de semana.