Entrevista Caio Lopes #134, “Living a Dream in MX1”

Olá Caio muito obrigado pela oportunidade de trocar essa ideia com você aqui no Show Radical, é uma honra para nós ter uma entrevista de um dos pilotos mais talentosos e queridos do país, preparamos algumas perguntas sobre sua carreira, sua nova categoria e seu trabalho fora das pistas, esperamos que todos curtam!

SR: Qual a grande diferença ao descer da 230cc e subir numa 450cc?
CL: A mais gritante é a potência, a 450cc por ser absurdamente mais forte exige outro posicionamento na moto, outras linhas na pista etc, então tenho que me adaptar rapidamente nos dias de corrida!

SR: Como está sendo a experiência de competir na categoria máxima do motocross no país nessa temporada?
CL: Estou me divertindo muito, tem sido um ano de muito aprendizado. Trabalhar dia a dia com a 450cc é complicado mas tenho todo suporte que preciso para a cada dia estar melhor com ela.

SR: O que mudou nos treinos ao deixar as 250cc e encarar o desafio das 450cc?
CL: Falando do ano passado pra cá, praticamente dobrei a carga de treino. Meu preparador Dino, minha psicologa Karol e minha terapeuta Natasha vem me ajudando muito com isso!

SR: E agora com o estúdio de tatuagens como está sendo conciliar essa nova profissão com os treinos e competições de moto?
CL: Tem sido puxado mas muito gratificante, basicamente treino de moto das 8h as 11:30h, físico das 13:30 as 15h e tatuo das 16h as 22h. Mas o amor por ambas as atividades torna isso fácil.

SR: Sua carreira como piloto bastante conhecido e querido no motociclismo te traz clientes no estúdio?
CL: No momento não, porque galera do MX estão descobrindo agora esse meu trabalho deixo a própria tattoo se divulgar sem eu forçar e tem dado muito certo. Em pouco mais de 1 ano tatuando já fiz mais de 500 tatuagens.

SR: E quanto a sua equipe Rota Kawasaki Team, como está sendo tudo nessa temporada com o time satélite da Kawasaki Brasil?
CL:  Do ano passado pra cá a RotaK cresceu muito. Hoje tenho um suporte muito bom que tem sido essencial. Fora isso a equipe é como se fosse uma família, onde um ajuda o outro, e nos divertimos muito durantes as corridas. Isso faz toda a diferença nos resultados.

 

SR: Em termos de expectativas dentro da pista, o que o Caio espera dele mesmo, ou projeta para os próximos anos?
CL: Pra falar a verdade hoje estou onde sempre sonhei. Entre os melhores do pais, fazendo o que amo fazer, em uma equipe pra lá de especial cercado de pessoas boas. Hoje minha vida pessoal e profissional adam alinhadas que para mim é o importante. O resultado dentro da pista esta aparecendo com o tempo. Eu trabalho para ganhar, e sei que estou no caminho. Para o próximo ano?!  Não sei, vou deixar o destino decidir por mim.

SR: Hoje você está liderando a categoria nacional no campeonato Brasileiro, outra classe que é bastante popular e querida dos fãs do esporte e seu talento e técnica tem feito muita diferença nessa disputa, pra você qual a importância desse título caso o conquiste pela segunda vez?
CL: Todo titulo tem seu valor, e esse também é muito especial. Estou brigando pelo bi-campeonato que para mim vai ser muito gratificante. Curto muito andar nessa categoria (que para mim deveria ter mais valor), e pra falar a verdade sou conhecido hoje por causa dela (risos).

SR: Muitos pilotos Brasileiros estão buscando fazer carreira internacional, isso já passou pela sua cabeça alguma vez? Já surgiu alguma oportunidade pra você?
CL:  Isso não sai da minha cabeça, tenho o sonho de correr o AMA SX, mas ainda não tive oportunidade. Mas isso não é problema, logo mais a Lopes Tattoo Studio disse que vai me levar para fazer uma temporada lá (risos).

SR: Para finalizar deixamos o espaço em aberto para você deixar uma abraço especial para os seus fãs no site Show Radical e claro, aproveite e deixe também seus contatos e um convite para galera conhecer seu estúdio de tatuagens! Forte abraço e obrigado pela atenção.
CL: Queria agradecer a minha família e minha noiva, a equipe RotaK que acredita em mim a todos meus patrocinadores e os da equipe por nos ajudar nesse projeto. Agradecer a toda galera que me acompanham e torcem por mim e ao site Show Radical por esse espaço.