Dobradinhas de Brasil e Argentina marcam último dia da CIMTB Levorin, no Bike Brasil

Largada da Super Elite Masculina. Foto: Victor Silva
Largada Super Elite Masculina. Foto: Victor Silva

A garoa de São Paulo acompanhou os atletas na competição da Super Elite, na etapa do Festival Bike Brasil. Os competidores testaram seus limites na pista da São Paulo Expo, da CIMTB Levorin na tarde deste domingo (26). Nesse embate que iniciou com a presença de Gary Fischer antes da largada, quem levou a melhor foi o brasileiro Luiz Henrique Cocuzzi (LAR-SCOTT-MAURO RIBEIRO-VZAN) e a argentina Luciana Roland (FRM). Os dois conquistaram 60 pontos no ranking da União Ciclística Internacional (UCI) com o resultado. O campeão no Masculino pedalou a maior parte da prova ao lado do segundo colocado, Rubens Donizete Valeriano (Sense Factory Racing). Na Elite Feminina, Letícia Cândido (Audax FSA) foi a vice-campeã.
Os destaques da Sub-23 ficaram com Mário Couto (Sense Factory Racing) e Karen Olímpio (SQUADRA/OGGI), seguidos por Maria Paula Mesquita e Edson Gilmar Rezende Jr (CALOI AVANCINI TEAM).

Cocuzzi pedalou boa parte da prova lutando lado a lado com os concorrentes diretos, mas conseguiu abrir uma vantagem e mesmo com uma queda no final da quarta volta, conseguiu se manter em primeiro com mais de 20 segundos de vantagem em relação ao segundo colocado. “É um prazer enorme sair vitorioso na sua própria cidade, tem a torcida, a família e tudo mais nesse grande evento. Agora vou me preparar para o Mundial. A prova foi muito disputada, principalmente no começo, caí, mas consegui vantagem nas duas últimas voltas”, relatou.
O vice-campeão colocou força, mas não conseguiu alcançar o líder. “Essa prova é assim mesmo, cada hora um está na frente, acontecem acidentes, é muito disputado. Eu tentei passar na frente do Cocuzzi, conseguia igualar com ele nas partes técnicas, mas ele abriu vantagem nas subidas. Estou muito feliz com meu resultado”, comentou Rubinho.
Confira o resultado.
A argentina Luciana Roland ganhou com uma vantagem considerável: foram mais de três minutos a frente da segunda colocada. “Abri uma grande vantagem e eu me preparei muito bem para isso, tive um problema com a corrente, mas não foi nada muito sério. É muito importante para mim essa vitória, pois estou representando o povo argentino do ciclismo onde eu recebo muito apoio”, relatou.

Sub-23

Na categoria Sub-23, disputada junto com a Super Elite, Mário Couto segue vestindo a camisa de líder e invicto até agora no campeonato. “O circuito estava muito legal, mesmo com a chuva e a pista escorregadia. Quando eu tive a chance de entrar no top cinco permaneci e foi o suficiente para ganhar a prova”, contou.
Representando as mulheres, Karen fez uma excelente corrida e chegou a se manter atrás da argentina em boa parte da prova. “Foquei e larguei para vencer, entreguei tudo que eu tinha para hoje, fiquei em segundo lugar por um bom tempo, mas tive duas quedas e sabemos que um segundo faz toda a diferença no final, mas estou muito feliz de ter entregado esse resultado esse ano”, concluiu.