Cassios Racing se desliga do MXF Campeonato Mineiro de Motocross 2018

O presidente do Moto Clube Cassios Racing, Cássio Marques, acaba de comunicar o seu desligamento do MXF Campeonato Mineiro de Motocross. De acordo com ele, a decisão foi tomada devido às dificuldades enfrentadas para fechar novas etapas e a necessidade de dedicar mais tempo a sua pré-candidatura de deputado federal.

À frente da competição desde janeiro de 2017, Cássio conta que passou por muitas dificuldades para realizar cada uma das corridas que promoveu. “No início do ano sempre tínhamos um cenário positivo, com várias sedes interessadas em receber as corridas. Mas no decorrer dos meses o cenário se modificava e os prefeitos cancelavam as participações de suas cidades. Como dependemos do poder público, começamos a ficar de mãos atadas”.

Segundo o ex-organizador do Mineiro, a explicação dada pelos governantes dos municípios para deixarem de apoiar o campeonato foi a crise financeira vivida pelo país. “Eles sempre tocam na questão da crise para dizer que não conseguem receber as etapas da competição. No entanto, acho importante ressaltar que, em diversas oportunidades, percebi que algumas pessoas nos viraram as costas por me verem como uma ameaça aos candidatos apoiados por eles”.

Para conseguir realizar todas as corridas do MXF Campeonato Mineiro de Motocross de 2017 até agora, Cássio revela que precisou tirar dinheiro do próprio bolso para completar a verba, que nunca era suficiente. “Sempre fiz questão de promover as melhores provas, porque eu não sei fazer diferente disso. Porém, para arcar com essas despesas precisei me comprometer financeiramente e prejudicar minha família, que hoje já não possui mais o mesmo conforto de antes”.

Com o objetivo de mudar essa história e tornar o motocross um esporte em que as pessoas se interessem em investir, Cássio achou por bem dedicar o seu tempo para organizar sua campanha para as eleições de outubro. Ele destaca que agora sua luta será em outro palco. “Minha atuação agora será em Brasília. Se Deus quiser, chegarei lá para poder ajudar não só as modalidades motociclísticas, mas todos os esportes que não conseguem ter o mesmo espaço e incentivo que o futebol”.

Apesar de sua saída do Mineiro, Cássio garante que todos os pilotos podem ficar tranquilos, pois a competição prosseguirá normalmente. “Conversei muito com o presidente da federação, Gustavo Jacob, e ele se comprometeu a fazer todas as três provas que estão previstas no regulamento. Ele também manterá a inscrição de todos os pilotos que já se inscreveram para a segunda etapa”.

Para se despedir e agradecer a cada piloto, expectador e patrocinador da competição, Cássio gravou um vídeo de seis minutos, que você pode conferir na íntegra logo abaixo: