Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country tem sequência na 5º edição do Rally Jalapão

Líder da competição, equipe Honda Racing encara disputa na Bahia e no Tocantins também como preparação para o Rally dos Sertões. Foto: Mundo Press

 O Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country 2019 continua nesta semana com o 5º Rally Jalapão, a segunda prova da temporada. A cidade de Luís Eduardo Magalhães (BA) recebe a equipe Honda Racing e os demais competidores para a largada e chegada da disputa, que faz parte também do Sertões Series, visando à preparação para a 27ª edição do Rally dos Sertões.

Nesta quinta-feira (6/7), os pilotos realizam o Prólogo, que definirá a ordem de largada da primeira etapa. No dia seguinte, eles partem para Dianópolis (TO) e no sábado para São Félix do Tocantins (TO). Já no domingo, a caravana encerra o desafio na cidade baiana onde tudo começou. Serão percorridos mais de 1.200 quilômetros no total, incluindo 730 cronometrados.

Dez vezes campeão brasileiro de Rally Cross Country, Jean Azevedo ressalta a importância do Rally Jalapão para o campeonato. “É uma prova com duração de três dias, com muita areia e navegação em uma região que também passaremos no Rally dos Sertões, nossa principal competição do ano. Nas últimas edições, a gente saiu de Palmas e agora será ao contrário, o que trará novos desafios”, conta o paulista de 45 anos. Ele disputa a categoria Super Production com a Honda CRF 450RX.

Líder da classificação geral das motos e da Super Production no Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country, Gregorio Caselani confessa que o Rally Jalapão não é uma das suas provas favoritas. “Mesmo sendo uma etapa que não gosto muito por causa do piso de areia, temos que encarar. São três dias de competição que valem pontos essenciais para a temporada”, explica o gaúcho de Caxias do Sul.

Gregorio Caselani.
Foto: Mundo Press

Em ritmo intenso, Tunico Maciel competiu no último fim de semana pelo Brasileiro de Enduro de Regularidade. O atual campeão do Rally dos Sertões está pronto para mais um desafio. “Andar no Jalapão é muito bom, além de ser um verdadeiro rali, com especiais longas e terreno arenoso, que exigem bastante do piloto e da moto. A organização do evento promete um roteiro 90% inédito e estou bastante animado para acelerar”, destaca o mineiro, representante da equipe na categoria Production Aberta, também com a motocicleta Honda CRF 450RX.

Tunico Maciel.
Foto: Mundo Press

Bissinho Zavatti, referência na modalidade quando o assunto é a categoria Rally Brasil, destinada às motos de fabricação nacional, também está motivado para esta edição do Rally Jalapão. “A região lá é impressionante, muito dura e difícil. Depois do Rally RN 1500, fizemos uma revisão na Honda CRF 250F e tenho certeza de que a moto irá surpreender mais uma vez”, afirma o piloto de Monte Alto (SP).

Bissinho Zavatti.
Foto: Mundo Press

A equipe Honda Racing de Rally Cross Country é patrocinada por ASW, Michelin, DID, Seguros Honda e Óleo Genuíno Honda.

Programação do 5º Rally Jalapão*
Área de box – Praça dos Três Poderes – Avenida JK – s/n ou Avenida Octogonal 311- Jardim Imperial – Luís Eduardo Magalhães (BA)

Quarta-feira (5/6) – Luís Eduardo Magalhães (BA)
Local – Praça dos Três Poderes
13h às 19h – Secretaria de prova
13h30 às 19h – Vistoria técnica para motos, quadriciclos e UTVs

Quinta-feira (6/6) – Luís Eduardo Magalhães (BA)
Local – Praça dos Três Poderes
9h – Briefing
13h – Prólogo
18h – Parque fechado
20h – Largada promocional

Sexta-feira (7/6) – 1º dia
Luís Eduardo Magalhães (BA) / Dianópolis (TO)

8h – Largada 1ª moto no parque de apoio
9h50 – Largada 1ª moto na especial
13h30 – Chegada 1ª moto em Dianópolis (TO)
20h – Briefing em Dianópolis (TO)

Deslocamento iniciaI – 87,91 km
Trecho especial (cronometrado) – 161,20 km
Deslocamento final – 4,82 km
Total do dia – 254 km

Sábado (8/6) – 2º dia
Dianópolis (TO) / São Félix do Tocantins (TO)

6h – Largada 1ª moto no parque de apoio
8h30 – Largada 1ª moto na especial
13h30 – Chegada 1ª moto em São Félix do Tocantins (TO)
20h – Briefing em São Félix do Tocantins (TO)

Deslocamento inicial – 124,67 km
Trecho especial (cronometrado) – 288,10 km
Deslocamento final – 46 km
Total do dia – 459 km

Domingo (9/6) – 3º dia
São Félix do Tocantins (TO) / Luís Eduardo Magalhães (BA)

7h – Largada 1ª moto no parque de apoio
7h30 – Largada 1ª moto na especial
15h30 – Chegada 1ª moto em Luís Eduardo Magalhães (BA)
21h – Premiação

Deslocamento inicial – 22,31 km
Trecho especial (cronometrado) – 280,47 km
Deslocamento final – 213,14 km
Total do dia – 516 km

Total do percurso – 1.229 km
Total dos trechos cronometrados – 730 km.

* A programação é fornecida pela organização do evento e está sujeita a alterações.

Continue arrastando para cima ☝☝☝ para conferir todos os patrocinadores do site Show Radical 👇⚡!

– Clicando no anuncio das empresas você é direcionado ao site da marca!