Atletas que subiram em pódio do Pan-americano confirmam presença para Araxá

Martin foi campeão da Júnior em 2018. Foto: Thiago Lemos

Dez países estarão na etapa de Araxá da CIMTB Michelin. Entre eles estão Chile, Argentina, Colômbia, México, Uruguai, França, Portugal, Venezuela e os principais atletas brasileiros já confirmaram presença. O evento acontece entre os dias 25 e 28 de abril no Complexo do Barreiro, em torno do Tauá Grande Hotel. São quase 40 atletas vindos deste países, um recorde para o evento. Dentre os nomes dos competidores, destaque para os atletas da Super Elite, o colombiano Fábio Castañeda e a mexicana Daniela Campuzano. Já na categoria Sub23, o chileno Martin Vidaurre que promete aumentar o nível da competição.

Fábio Castaneda foi vice em Ouro Preto em 2018.
Foto: Thiago Lemos

Bronze no Pan-americano 2019 no México, o colombiano Fábio Castañeda estreia em Araxá, mas conhece a CIMTB Michelin. No último ano, ele foi vice-campeão na Super Elite com uma diferença de 10 segundos em relação ao brasileiro Henrique Avancini. “Apesar nunca ter ido na etapa de Araxá, eu conheço a organização e também ouvi que é uma etapa com atletas de alto nível. Penso que o mais desafiador são os atletas brasileiros, como Henrique Avancini que evoluiu muito. Meu principal objetivo é somar pontos para UCI para mim e para minha nação. Isso é importante para estarmos em Tokyo 2020”, afirmou o colombiano.

O vice-campeão da categoria Sub23 no Pan-americano de 2019 e Ouro pela categoria Júnior também no Pan em 2018, o chileno Martin Vidaurre, tem história na CIMTB Michelin. Em 2018 subiu no lugar mais alto do pódio em Ouro Preto na categoria Júnior. Em 2015 e 2016, o atleta esteve na CIMTB Michelin em São João del-Rei e conquistou o 1º lugar nas duas ocasiões na categoria Sub-17. “Araxá tem um nível alto de competição. Vão sempre muitos corredores com bom nível. Minha expectativa é ganhar na categoria Sub23 e fazer um bom tempo em comparação com a Super Elite. Nestes quatros dias temos que estar bem preparados e também sermos inteligentes. O mais difícil vai ser planejar a prova pensando nos quatro dias de competição”, disse Martin.

Daniela foi campeã em 2015 e vice em 2016.
Foto: Gladson Gomes

A mexicana Daniela Campuzano volta à Araxá depois de dois anos longe das pista de Dona Beja. Porém, a atleta que foi bronze no Pan-americano este ano conhece bem o circuito mineiro. Vice-campeã da etapa em 2016 e campeã em 2015, Campuzano vai aumentar a disputa na Elite Feminina. “Araxá é uma das competições que eu mais gosto. O lugar e o público me encanta”, afirmou. Daniela comentou também sobre a participação no Pan e os planos para 2019. “Dentre os principais objetivos de 2019 está continuar somando pontos UCI, melhorar meus resultados nas Copas do Mundo e Mundial e representar o México nos Jogos Pan-americanos em Lima”, disse.

O organizador do evento, Rogério Bernardes, afirma que receber atletas de peso fortalece a competição e o mountain bike nacional com o intercâmbio entre os atletas. “É uma satisfação muito grande receber este competidores e uma responsabilidade também. Isso mostra a credibilidade que eles depositam na competição e temos que trabalhar para estar sempre superando estas expectativas. Além disso, tê-los no Brasil é fortalecer o mountain bike nacional que está crescendo cada vez mais no mundo e este intercambio é fundamental para termos os melhores atletas do mundo como referência”, comentou.

Pneus Michelin na Etapa de Araxá
Os pneus MICHELIN destinados ao Cross Country Olímpico (XCO) são o MICHELIN Force XC, MICHELIN Jet XCR e MICHELIN Force AM. Com aros de 26, 27,5 e 29, os pneus possuem tecnologia Gum-X, que oferece maior intensidade com a combinação de três borrachas especiais: tração externa, camada base de composto de corrida e aderência lateral.

O MICHELIN Jet XCR, projetado para competição, foi testado e aprovado pela equipe líder do Mundial de 2016 BH SR SUNTOUR-KMC, que tinha entre os atletas o francês Maxime Marotte, 4º lugar nos Jogos Olímpicos 2016. Com a carcaça Race Shield e com fibras de alta densidade 3×150 TPI, o pneu oferece velocidade tração e aderência.

A linha MICHELIN Force XC, também projetada para competição, promete uma durabilidade maior graças à carcaça de proteção Cross Shield, o que aumenta a força com fibras de alta densidade 3×110 TPI.

Indicado para Trail e All Mountain e com carcaça cruzada de alta densidade, o MICHELIN Force AM e MICHELIN Wild Am possuem carcaça 3×60 TPI com uma camada de reforço de alta densidade para maior aderência e reforço. Oferece máxima aderência para uso competitivo e mais confiança nos passeios.

Michelin
A Michelin, líder do segmento de pneus, se dedica ao desenvolvimento da mobilidade de seus clientes, de forma sustentável, criando e distribuindo os pneus, serviços e soluções mais adequados às suas necessidades; fornecendo serviços digitais, mapas e guias, para ajudá-los tonar suas viagens experiências únicas; e desenvolvendo materiais de alta tecnologia, que atendem à indústria da mobilidade. Sediada em Clermont-Ferrand (França), a Michelin está presente em 170 países, emprega 114.100 pessoas em todo o mundo e dispõe de 70 centros de produção implantados em 17 países diferentes que fabricaram 190 milhões de pneus em 2017.

Sense Bike
Parte da Lagoa Participações, a Sense Bike foi criada em 2009, com o sonho de construir uma marca de bicicletas feita por apaixonados para apaixonados, com padrão internacional, foco em desenvolvimento e indústria de ponta. Com o objetivo inicial de atender às demandas voltadas para a mobilidade urbana, tornou-se referência no mercado no desenvolvimento de bicicletas elétricas. Em 2014, foi inaugurada a fábrica em Manaus, que possibilitou o início da produção de quadros, bem como a montagem de bicicletas elétricas e convencionais (mountain bike, urbana e road), com o que existe de mais inovador em tecnologia. Em abril de 2018, a Sense Bike comprou a Swift Carbon Global, importante fabricante mundial de bikes em fibra de carbono, com operação industrial na cidade do Porto (Portugal). A marca também é patrocinadora de uma das equipes mais importantes do MTB nacional – a Sense Factory Racing, que já conquistou grandes títulos em competições nacionais e internacionais.

CIMTB Michelin 2019
A CIMTB Michelin conta pontos para o ranking mundial, da União Ciclística Internacional (UCI), fazendo parte do ciclo Olímpico Tóquio 2020, ranking Brasileiro e estaduais.

Copa Internacional de Mountain Bike comemora a 24ª Edição em 2018. O evento tem patrocínio da Michelin, o pneu oficial da competição, e Co-Patrocinio da Sense Bike.

Continue arrastando para cima ☝☝☝ para conferir todos os patrocinadores do site Show Radical 👇⚡!

– Clicando no anuncio das empresas você é direcionado ao site da marca!