Apresentação Yamaha Racing Brasil 2019, conheça as novidades da marca azul no Brasil

Depois da ótima temporada de 2018, em que a Yamaha venceu praticamente todos as competições da qual participou, 2019 promete ainda mais emoções e desafios, tanto na terra quanto no asfalto.

Serão 21 pilotos defendendo o azul da Yamaha em modalidades como motovelocidade, motocross, arenacross, enduro de regularidade, enduro FIM, rally e, até mesmo, uma desafiadora e centenária subida de montanha, disputada nos Estados Unidos.

Dentre as novidades, estão a chagada do mais novo integrante da Equipe Yamaha Monster Energy Geração, o piloto Paulo Alberto, que se destacou em 2018 como o piloto mais premiado pelo bLU cRU – R$ 25.700,00 ao longo da temporada –, e novos benefícios do Programa bLU cRU para este ano.

EQUIPES E PILOTOS DO OFF-ROAD

Para 2019, a Yamaha continuará investindo forte no off-road através de seus times de alto nível focados nas principais categorias, e incentivando e apoiando a prática do motociclismo fora de estrada.

YAMAHA MONSTER ENERGY GERAÇÃO

A equipe Yamaha Monster Energy Geração entrou para a história do motocross nacional, sendo a equipe que mais conquistou títulos na categoria principal na última década. Em 2018 não foi diferente. Com Carlos Campano, a Equipe venceu na MX-1 pela quinta vez na principal categoria do Campeonato Brasileiro de Motocross.

É bem verdade que Carlos Campano, atual campeão Brasileiro na MX-1 não precisa mais provar nada para ninguém, afinal ele é penta-campeão da Categoria mais disputada e difícil do motocross nacional. Mesmo assim, o piloto espanhol segue motivado a conquistar mais um título no Brasileiro de Motocross, alcançando o Hexa-campeonato. Com toda sua perícia e a nervosa Yamaha YZ450F, chances ele tem de sobra!

Fotos: Tiago Lopes – Show Radical

Para 2019, a grande novidade na Yamaha Monster Energy Geração foi a contratação do piloto Paulo Alberto, que correndo com uma Yamaha YZ450F em 2018, foi vice-campeão brasileiro na MX-1 e Campeão da categoria Pró no Arena Cross. Para 2019, o piloto português contará com toda a infraestrutura da equipe Yamaha Monster Energy Geração e, com ela, vislumbra o bicampeonato no Arena Cross, e a vitória no Campeonato Brasileiro.


Depois de um 2018 vitorioso, com a conquista do Campeonato Brasileiro de Motocross na categoria na MX-2, o foco de Fábio Santos para temporada 2019 é o tricampeonato com sua Yamaha YZ250F. Além do Brasileiro de Motocross, o piloto do interior paulista também competirá no Campeonato Catarinense e no Arena Cross.

Tallys Nathan é a grande revelação do motocross nordestino e também o piloto mais jovem a integrar a equipe Yamaha Monster Energy Geração. O pernambucano de apenas 19 anos que se sagrou bicampeão Brasileiro na categoria MX2 Jr em 2018, disputará em 2019, com uma YZ250F, os Campeonatos Brasileiro e Pernambucano de Motocross, e o Campeonato Brasil Nordeste de Motocross.

Ricardo Martins é quarto membro a integrar a Equipe Yamaha Monster Energy Geração. Bastante experiente, o piloto catarinense acelerará sua Yamaha WR450F em busca de seu 5º título no Brasileiro de Rally, e seu foco será o inédito título da categoria principal no desafiador Rally dos Sertões. Em 2018 ele passou perto dessa conquista, foi o campeão na categoria Super Production, e o vice na geral.

YAMAHA O2BH RACING


Não é por acaso que a Equipe O2BH é uma das equipes mais competentes e vitoriosas do país. Criada e sediada em Belo Horizonte MG, uma região considerada o coração do enduro no Brasil, a Equipe colecionou várias vitórias e títulos em 2018 e para a temporada deste ano, segue a receita de sucesso: apostar em consagrados pilotos para continuar sua vitoriosa trajetória. Dentre seus diferenciais, o talento e amor pelo motociclismo off-road são o combustível que move a Equipe.

Jomar Grecco é o piloto mais experiente da Equipe O2BH. Ao guidão das WR250F e WR450F, o capixaba de 43 anos disputará os Campeonato Brasileiro de Regularidade, Campeonatos Capixaba de Enduro FIM e de Regularidade, e tentará o bicampeonato no Ibitipoca Off Road e hexacampeonato no Enduro da Independência.

Rômulo Bottrel é um dos destaques da equipe Yamaha O2BH Racing. A bordo de uma Yamaha YZ450FX, o penta-campeonato Brasileiro de Enduro FIM quer repetir o feito de conquistar novamente uma medalha de ouro no ISDE (International Six Days Enduro) e arrematar novamente o Brasileiro de Enduro FIM. Alguém duvida que ele seja capaz?

Patrick Capila, jovem piloto de 19 anos nascido no estado do Espírito Santo conseguiu ótimos resultados em 2018. Ele foi o grande Campeão no Brasileiro de Enduro FIM na categoria EJ.

Para 2019 Capila promete extrair o máximo de sua Yamaha YZ250FX para colocar a equipe Yamaha O2BH Racing no topo de pódio no Campeonato Brasileiro de Enduro.

2019 será repleto de desafios para Fábio Coelho do Amaral, que novamente competirá com uma valente Yamaha TT-R 230. Depois de se sagrar Campeão Brasileiro de Enduro de Regularidade e vencer a renomada prova Ibitipoca Off-Road em 2018, ambas na categoria nacional, o piloto da Equipe Yamaha O2BH Racing disputará os Campeonatos Brasileiro e Mineiro de Regularidade, o Enduro da Independência – já vencido por ele em 2017 – e o Ibitipoca Off-Road.

EMOÇÃO PURA TAMBÉM NO ASFALTO

Não foi apenas no off-road que em 2018 a Yamaha deixou sua marca no motociclismo nacional.

No on-road, onde foco da marca está voltado para a Yamalube R3 Cup, os resultados superaram todas as expectativas. Novamente em 2018 a categoria bateu recordes de crescimento, chegando a alinhar 40 motos no grid e subindo a média de inscritos de 31 para 38 pilotos por corrida, se tornou a maior dentre todos os países em que a competição está presente.

Não é por acaso que a categoria se transformou na principal formadora de novos talentos no Brasil, inclusive abrindo a porta para jovens pilotos brasileiros no exterior, como aconteceu com Ton Kawakami.

Para 2019, a Yamalube R3 Cup ganhará mais uma categoria, a Master, destinada a pilotos com idade acima de 35 anos, cuja premiação será para os cinco primeiros colocados.

Outras novidades, são a premiação para as melhores equipes, treinamento para aprimoramento de mecânicos e pilotos, e vistoria técnica coordenada pela Yamaha para garantir a competitividade entre os participantes.

A cada temporada a Equipe Oficial da Yamaha tem se destacado mais no cenário da motovelocidade brasileira. Para 2019 a estrutura da Yamaha chefiada por Alan Douglas está ainda mais abrangente e focada em oferecer um treinamento mais completo aos seus pilotos. Além exercícios que desenvolvem o raciocínio, agora os jovens com idade entre 13 e 16 anos contarão, ente vários outros, como treinamento no off-road.

Capaz de melhorar a habilidade, este tipo de experiência também ajuda no desenvolvimento do equilíbrio e no ganho de controle da motocicleta.

Os 10 jovens pilotos que compõem a Equipe Yamaha PlayStation são:

Kaywan Alves Freire da Costa – 15 anos – Distrito Federal.

Rodrigo Camponêz Gregório – 16 anos – Espírito Santo.

Felipe Cortado Macan – 16 anos – São Paulo

Humberto Turquinho – 13 anos – São Paulo

Rafael Fernandes – 15 anos – Distrito Federal

Rubens Mesquita Barros – 15 anos – Paraná

Gustavo Manso – 16 anos – São Paulo

Leopoldo Rubens Manella – 16 anos – Paraná
Mário Salles –
João Arratia –

PILOTOS YAMAHA RACING

Também farão parte do time Yamaha Racing na temporada 2019, buscando não só levar a Yamaha ao topo do pódio, mas também reforçando a esportividade presente no DNA da marca, a dupla de embaixadores da marca Rafael Paschoalin e Jorge Negretti, e o jovem piloto Eliton Kawakami.

Em sua quarta participação na perigosa e desafiadora International Pikes Peak Hill Climb, Rafael Paschoalin voltará a acelerar uma MT-07 na busca do tão sonhado 1º lugar na categoria Middleweight. Ele já passou bem perto disso. Em 2017, Paschoalin foi o segundo colocado e, em 2018, o terceiro.

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em péA lenda viva do motociclismo brasileiro Jorge Negretti segue como integrante da Yamaha Racing defendendo a marca em eventos e competições ao longo da temporada. Depois de superar desafios como a descida e a subida das Escadarias de Santos, e rodar milhares de quilômetros nas duas edições do Tour da Crosser, o veterano das pistas de motocross promete surpresas para 2019.

Os brasileiros agora terão um piloto como representante na temporada 2019 do WorldSSP300, esta que é uma das competições mais acirradas que existe no cenário mundial. Defendendo as cores do país e da Yamaha Motor do Brasil, Eliton Kawakami é o novo piloto da MS Racing, equipe com suporte oficial de fábrica mais bem-sucedida dentre as equipes que competem de Yamaha YZF-R3, inclusive com um título mundial em 2017 e a com a melhor classificação entre as equipes que correram de Yamaha em 2018 no Mundial de Superbike SSP300.

A imagem pode conter: motocicleta

Ton, que já foi campeão por duas vezes na R3 no Brasil e que também faturou o título na Supersport 600 em seu ano de estreia (2018), utilizará uma Yamaha YZF-R3 equipada com o kit GTYR – GENUINE YAMAHA TECNOLOGY RACING.

BLU CRU: O PROGRAMA QUE REVOLUCIONOU O MOTOCICLISMO BRASILEIRO

Considerado o maior programa de incentivo ao esporte dos últimos tempos no motociclismo Brasileiro, o bLU cRU da Yamaha completa um ano de seu lançamento com um grande atrativo aos seus associados. O valor total da premiação em dinheiro, que podia chegar a R$ 250.200,00, mais que dobrou para a temporada 2019. Agora seu valor é de incríveis R$ 669.200,00.

No ano de seu debute, o bLU cRU distribuiu premiação em dinheiro em todo Brasil. Para muitos pilotos, este incentivo é fundamental para que possam não só evoluir, como viabilizar a prática do motociclismo esportivo.

O que é o bLU cRU? – O nome bLU cRU, é uma alusão ao termo “Blue Crew” que significa “Tripulação Azul”, e tem como objetivo de oferecer benefícios exclusivos aos proprietários de motocicletas Yamaha nos principais campeonatos nacionais.

Assim como acontece nos Estados Unidos, Europa e Ásia, a Yamaha Motor do Brasil busca oferecer a seus clientes um relacionamento único, aproximando-se dos pilotos que utilizam uma motocicleta Yamaha para competir, seja com intuito de diversão, de forma amadora, e até mesmo como profissional.

Para fazer parte do programa bLU cRU, basta que os pilotos participem dos campeonatos apoiados pela Yamaha Motor do Brasil em 2018, competindo com motocicletas Yamaha. Pela diversidade das várias modalidades que o programa estará presente, haverá uma regulamentação específica para cada campeonato em que a Yamaha Motor do Brasil participará com o bLU cRU.

Os campeonatos em que o bLU cRU estará presente, são:

On Road:

· Super Bike Brasil – Yamalube R3 Cup;

Off Road:

· Campeonato Brasileiro de Motocross;

· Campeonato Brasileiro de Enduro FIM;

· Ibitipoca Off Road;

Nenhuma descrição de foto disponível.

  • O Campeonato Goiano de Motocross o maior estadual de Motocross do Brasil, passa a ter apoio da Yamaha Brasil e oferecerá o bLU cRU aos seus pilotos, em breve matéria completa aqui no site Show Radical!

Os benefícios oferecidos pelo programa bLU cRU comuns a todas as modalidades, é o subsídio na compra de peças e equipamentos com desconto de até 60%, apoio técnico que estarão presentes nas competições, e o Kit bLU cRU, composto por camisetas, guarda-chuvas, squeeze, bonés, e mochilas que serão cedidos aos pilotos.

Na Yamalube R3 Cup, os pilotos terão desconto na compra da motocicleta, podendo adquirir uma YZF R3 ano/modelo 2019 com valor de R$ 15.700,00, diretamente com a organização do campeonato Super Bike Brasil. Essa venda com valor subsidiado pelo bLU cRU está limitada a 40 unidades.

Já no Campeonato Brasileiro de Motocross, o destaque é a premiação, que será de até R$ 669.200,00 para pilotos privados que competirem com motocicletas Yamaha, ano/modelo igual ou superior a 2013 nas categorias: MX2; MX2Jr; MX3; Nacional. O valor da premiação em dinheiro será conforme sua classificação geral em cada etapa.

Outra vantagem concedida pelo programa aos pilotos que disputarem o Brasileiro de Motocross, é o bLU cRU Upgrade Program. Nele, ao final do Campeonato Brasileiro de Motocross, os pilotos privados das categorias MX2; MX2JR e/ou Nacional que terminarem o campeonato entre os 5 primeiros colocados, serão incluídos na equipe satélite oficial da Yamaha Monster Energy Geração em 2020. Será selecionado no máximo um piloto por categoria, caso haja mais de um piloto entre as 5 primeiras colocações será escolhido o melhor colocado entre eles. Contudo, para ser selecionado, o piloto precisa disputar ao menos 50% das baterias de sua categoria no ano de 2018 com motocicletas Yamaha.

 

Continue arrastando para cima ☝☝☝ para conferir todos os patrocinadores do site Show Radical 👇⚡!

– Clicando no anuncio das empresas você é direcionado ao site da marca!