Ajude o Lucas a andar – uma campanha da galera off road

Como a maioria de nós, que parece ter um motor à combustão pulsando no corpo, o jovem Lucas Huk de Lima é movido por um sonho: ser piloto de motocross. Contudo, o paranaense está temporariamente afastado deste objetivo por questões clínicas, lutando contra a paralisia cerebral que lhe acompanha desde seu primeiro ano de vida. Conheça a história e saiba como ajudar este pequeno guerreiro.

Ajude o Lucas a andar

Lucas tem 14 anos e foi diagnosticado com paralisia cerebral ainda cedo, devido a um erro médico. Com atraso no desenvolvimento, iniciou um longo processo de consultas médicas, fisioterapias, acompanhamento de fonoaudióloga, psicóloga. Esse problema neurológico também afetou a visão, além da dificuldade motora.

Até os 11 anos Lucas caminhava com apoio de um andador, mas então seu quadril começou a luxar – situação agravada por novo erro médico, que tardou na realização da cirurgia. Neste momento o menino foi para a cadeira de rodas e intensificou sua batalha em busca da recuperação.

O tratamento incluiu até mesmo a aplicação de células tronco, em outubro passado, na Tailândia! Para bancar os R$ 150 mil do tratamento, os pais – e lutadores incansáveis – Írio e Lúcia enfatizaram uma ampla campanha que já vinham realizando, a “Ajude o Lucas a andar”. A ação teve grande adesão da galera de diversas modalidades off road no Brasil e até do youtuber Diego Rox (com mais de 1 milhão de seguidores), e conseguiu levantar o montante necessário.

De volta à Curitiba, onde a família mora, o tratamento chegou à fase em que está agora. Lucas teve melhoras graças às células tronco, que repercutiram na fisioterapia, por exemplo, mas ainda sofre muito com a luxação no quadril, que tem se deslocado. Agora o processo de recuperação seguirá com longas sessões de fisioterapia, que vai lhe preparar para a cirurgia do quadril e, talvez, até para uma nova aplicação de células tronco.

União da galera off road

O pai Írio sempre gostou de motos e a paixão recaiu sobre o filho. Na cidade onde moravam, Paulo Frontin, Lucas curtia acompanhar as provas e sonhava com o dia em que estaria de botas, capacete e luvas dentro das pistas, sonho que foi temporariamente adiado. E, desta forma, o garoto conquistou a simpatia de praticantes de modalidades como motocross e velocross.

Aliás, muita simpatia! A casa de Lucas tem uma estante reservada especialmente para os troféus que seus amigos ganham nas pistas e dedicam ao menino. Segundo o pai, gestos assim enchem Lucas de alegria e lhe motivam a continuar o tratamento para que, quem sabe em breve, o paranaense também possa caminhar e até mesmo estar sobre uma moto.

Aproveitando o modo como a comunidade off road acolheu a campanha “Ajude o Lucas a andar”, Írio e Lúcia participam de diversos eventos esportivos na região para venderem seus produtos. O pai explica que os organizadores costumam ceder espaços gratuitamente para que os dois possam trabalhar e fortalecer o sonho do pequeno Lucas. Inclusive, a Federação Paranaense de Motociclismo fez até rifa para a arrecadar valores investidos no tratamento.

Você também pode ajudar o Lucas

Se a história desse pequeno aspirante a piloto lhe tocou, ajude-o compartilhando esta matéria! Quem desejar fazer algo a mais, pode realizar doações voluntárias, de qualquer valor, através da Vakinha Ajude o Lucas a Andar (https://www.vakinha.com.br/vaquinha/ajude-o-lucas-a-andar/

Ou de depósitos bancários nas contas abaixo. Juntos, podemos dar força a este sonho!

ITAÚ (CP)

AG 7384.25839-3/500

Lucas Huk de Lima

CPF 07242052920

CAIXA Econômica (CP)

AG 0407.013.84526-9

Irio Cardoso de Lima

CPF 91930014953