6ª etapa Brasileiro de Motocross | Campo Grande – Provas Domingo

Português vence as três baterias da MX1 em Campo Grande

A cidade de Campo Grande (MS) recebeu a 6ª e penúltima etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, realizada neste fim de semana , 25 e 26, na pista de motocross, localizada no Autódromo Internacional Orlando Moura.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

(Foto: Victor Silva/CBM)

Na principal categoria, a MX1, o português Paulo Alberto foi imbatível. O piloto que já havia vencido a bateria extra realizada no sábado, 25, venceu novamente as duas baterias da classe neste domingo e subiu no lugar mais alto do pódio.

“Consegui andar bem nesta pista. Estou me sentindo muito bem com a minha nova moto, uma CRF 450. Foi um fim de semana perfeito e agora espero poder fazer boas provas na final do Campeonato”, declara o vencedor da etapa, Paulo Alberto.

Com o resultado o português assumiu a terceira colocação do Campeonato. O espanhol Carlos Campano permanece na liderança e ampliou a vantagem para o segundo colocado, o equatoriano Jetro Salazar. A diferença agora é de 24 pontos.

A classificação completa pode se conferida no site: http://www.cbm.esp.br/sistema/classificacao-categoria.php?idCategoria=55&idCampeonato=413&organizador=CBM&idModalidade=13&gruporesultadogeral=

 

1ª Bateria

Na primeira bateria de domingo, 26, o português Paulo Alberto fez o holeshot novamente. O equatoriano Jetro Salazar pulou para a segunda colocação. O começo da prova foi eletrizante com muitas trocas de posições.

O equatoriano cometeu erros e perdeu posições. Carlos Campano que também havia perdido posições no começo da prova se recuperou e logo era o terceiro colocado atrás do paranaense Jean Ramos.

O espanhol estava mais rápido e conseguiu assumir a segunda colocação da prova em cima do companheiro de equipe.

Hector Assunção e Dudu Lima ainda travaram grande disputa pela quarta colocação. Hector segurou a colocação.

Jetro Salazar ainda teve problemas com a moto e andou em sexto. Paulo Alberto fez uma prova tranquila na liderança e venceu novamente.

Resultado

1 – PAULO ALBERTO

2 – CARLOS CAMPANO JIMENEZ

3 – JEAN CARLO RAMOS

4 – HECTOR FREITAS ASSUNÇAO

5 – EDUARDO FERREIRA LIMA

 

2ª Bateria

O equatoriano Jetro Salazar largou na frente. Mas o português Paulo Alberto assumiu a primeira colocação ainda na primeira volta. Dudu Lima, Carlos Campano e Jean Ramos vieram logo atrás.

Campano e Jean Ramos superaram Dudu Lima e depois Jetro Salazar. A briga ficou por conta da segunda colocação, entre Carlos Campano e Jean Ramos. O brasileiro pressionou o espanhol e conseguiu assumir a segunda colocação após erro do Campano.

Resultado

1- PAULO ALBERTO

2 – JEAN CARLO RAMOS

3 – CARLOS CAMPANO JIMENEZ

4 – JETRO SALAZAR

5 – LUCAS MORAES DUNKA

 

(Foto: Victor Silva/CBM)

 

SOMA DAS BATERIAS

1 – PAULO ALBERTO

2 – JEAN CARLO RAMOS

3 – CARLOS CAMPANO JIMENEZ

4 – JETRO SALAZAR

5 – HECTOR FREITAS ASSUNÇAO

Fábio Santos venceu a MX2 e segue na luta pelo bicampeonato

O fim de semana foi bem vantajoso para o piloto paulista Fábio Santos da categoria MX2. Durante a 6ª Etapa do Brasileiro de Motocross, em Campo Grande, o piloto venceu as duas baterias e diminuiu a diferença para o primeiro colocado na classificação geral do Campeonato, Gustavo Pessoa. Agora, são 13 pontos de diferença entre os dois.

“Eu cheguei para esta etapa dizendo que precisava vencer as últimas quatro baterias do ano, e quero fazer isso. Venci as duas aqui em Campo Grande, agora preciso vencer as duas em Charqueada, na última etapa. Espero ser bicampeão brasileiro”, destacou o campeão da etapa, Fábio Santos.

 

Na MX2 Junior o pernambucano Tallys Nathan ficou em primeiro na primeira bateria, e fez a terceira colocação na segunda prova do dia. Na somatória das baterias subiu no lugar mais alto do pódio. “A primeira bateria foi mais tranquila, a segunda foi mais puxada por conta da chuva. Mas fiquei feliz com o resultado”, apontou o campeão da MX2 Junior, Tallys.

A primeira bateria do dia foi mais tranquila, sem muitas mudanças de posições, já a segunda foi mais movimentada, até porque os pilotos largaram debaixo de chuva. A largada até precisou ser atrasada um pouco, pois chovia forte e foi preciso garantir a segurança dos pilotos.

 

5 primeiros da Etapa – MX2

1º Fábio Santos

2º Pepê Bueno

3º Gustavo Pessoa

4º Leonardo de Souza

5º Caio Lopes

 

5 primeiros da Etapa – MX2 Junior

1º Tallys Nathan

2º Leonardo Nunes

3º Leonardo de Almeida

4º Leonardo Cassarotti

5º Renan Goto

 

1ª bateria

Caio Lopes (134) fez uma boa largada, seguido de Fábio Santos (1), Gustavo Pessoa (891) e Pepê Bueno (8).

Mas logo nas primeiras voltas Caio foi para o chão e Fábio Santos assumiu a ponta. A prova foi tranquila para o paulista que administrou a na liderança até o fim. Pessoa até que botou pressão em cima de Fábio, mas não conseguiu assumir a ponta.

 

5 primeiros da MX2

1º Fábio Santos

2º Gustavo Pessoa

3º Pepê Bueno

4º Leonardo de Souza

5º Caio Lopes

 

5 primeiros da MX2 Junior

1º Tallys Nathan

2º Leonardo Cassarotti

3º Matheus Klysman

4º Leonardo de Almeida

5º Leonardo Nunes

 

 

2ª bateria

Paulo Vitor largou na ponta. Gustavo Pessoas que não fez uma boa largada, logo assumiu a frente da disputa, mas caiu e perdeu posições. Com isso, Fabio Santos levou a melhor e assumiu a primeira posição da disputa, seguido de Pepe Bueno e Joao Pedro Ribeiro.

Aos 6 minutos de prova Pepê pressiona Fábio e conquista a primeira posição. Joao Pedro errou e perdeu posições. Leonardo de Souza aproveitou assumiu a terceira colocação.

Gustavo Pessoa foi ganhando posições passou Leo Souza e já assumiu a terceira posição. Faltando seis minutos para o fim da prova Fábio Santos assumiu a ponta de novo. Nas últimas duas voltas Pepê ainda tentou voltar a frente, mas Fabio foi mais rápido. Pepe ainda caiu alguns metros antes do arco de chegada, durante a disputa pelo primeiro lugar, mas subiu rápido e cruzou o arco em segundo.

 

5 primeiros da MX2

1º Fábio Santos

2º Pepê Bueno

3º Gustavo Pessoa

4º João Pdro Ribeiro

5º Leonardo de Souza

 

 

5 primeiro da MX2 Junior

1º Leonardo Nunes

2º Leonardo de Almeida

3º Tallys Nathan

4º Renan Goto

5º Thiago Cassio Fuzatti

 

Confira a classificação completa: http://www.cbm.esp.br/sistema/classificacao-categoria.php?idCategoria=55&idCampeonato=413&organizador=CBM&idModalidade=13&gruporesultadogeral=

Bruno Schmitz vence etapa e ganha título antecipado na Júnior

A etapa de Campo Grande, do Brasileiro de Motocross, foi boa para Bruno Schmitz da categoria Junior. O gaúcho já chegou na 6ª etapa da competição na liderança da categoria e com vantagem. O piloto entrou na pista sabendo que poderia ser campeão com uma rodada de antecedência dependendo do resultado dele.

E a prova foi favorável para o piloto gaúcho. Ele largou na ponta, seguido de Pedro Magero e Gabriel Andrigo. Joaquim Neto chegou a ficar no pelotão a frente também, mas depois perdeu posições. Com isso Rodolfo Bicalho se juntou aos primeiros da prova.

Bruno Schmitz abriu na frente, deixando as demais posições para disputa. Gabriel Andrigo acelerou e assumiu a segunda posição após ultrapassar Pedro Magero. Mas, até o fim da disputa mais mudanças nestas posições. Rodolfo pulou para segundo, seguido de Pedro e Gabriel.

Foto: Victor Silva/CBM

Com uma vitória tranquila, Bruno além de vencer a etapa de Campo Grande ainda sagrou-se campeão antecipadamente. O piloto ficou muito emocionado. Após cruzar o arco de chegada, se jogou no chão em frente à arquibancada. “Nas duas últimas voltas eu ouvi a galera da arquibancada torcendo por mim, ouvi meu nome, e isso me deu ainda mais garra. Eu fiquei muito emocionado e precisava agradecer a eles pela torcida. Essa vitória foi resultado de muito trabalho, estou muito feliz”, destacou o campeão, Bruno Schmitz.

5 primeiros da prova

1º Bruno Schmitz

2º Rodolfo Bicalho

3º Gabriel Andrigo

4º Pedro Magero

5º Joaquim Neto

Foto: Victor Silva/CBM

Confira a classificação completa: http://www.cbm.esp.br/sistema/classificacao-categoria.php?idCategoria=55&idCampeonato=413&organizador=CBM&idModalidade=13&gruporesultadogeral=

Maiara Basso vence MXF e segue líder da categoria

A categoria MXF (Feminina) foi a primeira entrar na pista neste domingo, 26, para as disputas da 6ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, em Campo Grande (MS).

A gaúcha Maiara Basso largou, seguida de Marcely Cazadini, Lays Cazadini, Victoria Lino e Sarah Guimarães.

As irmãs Cazadini fizeram boa briga pela segunda colocação. Lays conquistou a 2ª colocação da prova em cima da irmã. Mas pouco depois acabou apagando a moto e perdendo a colocação para Marcely.

Maiara Basso liderou de ponta a ponta, venceu a bateria e segue líder do Campeonato com 72 pontos,  sete a mais que Lays Cazadini, a segunda colocada.

“Fique muito feliz com a vitória. Agora vou para a final mais confiante e tranquila para disputar o título. Querto agradecer à toda população de Campo Grande que esteve me incentivando durante a prova. Consegui me adaptar bem a pista e fazer uma boa corrida”, ressalta Maiara Basso que busca o terceiro título da MXF.

A disputa final será em Charqueada (SP), 9 e 10 de dezembro.

A classificação completa de todas as categorias pode ser conferida no site: http://www.cbm.esp.br/sistema/classificacao.php?campeonato=413&ano=&organizador=CBM&idModalidade=13

O Campeonato tem patrocínio oficial de Honda, Yamaha, Rinaldi e IMS. A temporada ainda tem o apoio da Mobil. A etapa conta com apoio da Prefeitura de Campo Grande, Funesp, Governo do Estado de Mato Grosso do Sul e Fundesporte.

Resultado

1ª – MAIARA BASSO

2ª – MARCELY LOBATO CAZADINI

3ª – LAYS LOBATO CAZADINI

4ª – VICTORIA MARIA NOGUEIRA LINO

5ª – SARAH RAQUEL GUIMARÃES

Related posts

Loading Facebook Comments ...
Top